Missão e Visão

Missão

A Rede Nossa São Paulo, apartidária e interreligiosa, tem por missão mobilizar diversos segmentos da sociedade para, em parceria com instituições públicas e privadas, construir e se comprometer com uma agenda e um conjunto de metas, articular e promover ações, visando a uma cidade de São Paulo justa e sustentável.

 

Visão

Acreditamos ser possível uma cidade de São Paulo melhor, uma outra São Paulo:

- justa, efetivando uma melhor distribuição da renda, com respeito à diversidade e à equidade, a criação de condições para o pleno desenvolvimento de seus cidadãos, principalmente das crianças, jovens, e adolescentes, geradora de tranqüilidade e reconhecimento aos adultos e idosos que aqui constroem e vivem suas vidas;

- próspera, oferecendo a toda sua população economicamente ativa oportunidades dignas de trabalho e renda;

- bonita, cuidando das ruas e demais espaços públicos, regulando as edificações para que não agridam visualmente ou espacialmente os cidadãos que percorrem e habitam a cidade, disponibilizando serviços e sistemas de manutenção da cidade, assim como acolhedora nos espaços públicos e privados bem mantidos, garantindo condições dignas de vida produtiva, lazer e moradia a todos os que nela habitam;

- saudável, ampliando seus ativos ambientais, assim como aperfeiçoando o controle sobre a poluição, concluindo os sistemas de esgotamento, recolhendo e reciclando o lixo produzido, transformando os vales dos córregos em vias verdes; ampliando as possibilidades da prática do esporte como forma de promover a saúde, o desenvolvimento e a socialização;

- segura, bem menos violenta, em que todos os cidadãos possam habitar, trabalhar e circular sem medo ao mesmo tempo em que sejam respeitados todos os direitos civis e humanos;

- eficiente, em que cargas e pessoas possam circular mediante um sistema de transporte público eficaz e mais humano, adequado aos diferentes usuários e suas necessidades, regulando o uso de veículos privados individuais ao espaço viário disponível; e que forneça as estruturas necessárias à boa informação e comunicação entre todos os cidadãos;

- democrática, onde a educação pública seja de alta qualidade para que todos possam ter as mesmas oportunidades de desenvolvimento e a liberdade de expressão possa ser exercida por todos, por meio dos muitos sistemas, meios e instrumentos de comunicação tecnicamente disponíveis, de modo que contribua para uma efetiva democracia participativa e direta;

- solidária e aberta para o mundo, intensamente multicultural e educada para a convivência interpovos, valorizando a criatividade, o produto da inteligência, a sensibilidade e o trabalho de seus cidadãos, de suas organizações sociais e produtivas e de suas instituições públicas e privadas.

Recusamos enfaticamente que sejam considerados normais e aceitáveis:

- O desrespeito às leis e à Constituição como a corrupção, a sonegação de impostos e o desrespeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente, assim como a lentidão da justiça, a impunidade e os deslizes éticos sob alegação nenhuma;

- Os preconceitos e todas as formas de violência que vitimam principalmente a juventude excluída;

- O desemprego estrutural e a continuação do distanciamento entre altas e baixas rendas familiares;

- A descontinuidade, por motivos partidários menores, de projetos aprovados;

- A falta de transparência e informação por parte de instituições públicas;

- A dilapidação do patrimônio natural herdado e construído ao longo da história;

- A ausência de civilidade e cordialidade na dimensão do cotidiano vivido na cidade, assim como a indiferença perante o sofrimento alheio e o desrespeito aos Direitos Humanos;

- A ausência de compromisso social e ambiental por parte das organizações privadas e públicas;

- Seres humanos morarem nas ruas, em favelas, cortiços e habitações sub-normais e a convivência com as enchentes;

- Ausência de áreas de esporte e lazer, principalmente nas periferias, e a educação pública de baixa qualidade;

- Espera de semanas ou meses para uma consulta ou exame médico;

- Perder diariamente preciosas horas de nossas vidas em um trânsito e transporte caóticos.