Entenda as principais metas e ações previstas por Doria em SP até 2020

Prefeito divulgou nesta segunda-feira (10/7) a versão final de seu plano de metas; veja os principais objetivos e ações da gestão

JÚLIA BARBON - FOLHA DE S. PAULO

O prefeito João Doria (PSDB) divulgou nesta segunda-feira (10) a versão final de seu plano de metas, após audiências públicas e ajustes.

A primeira versão do documento, que define as prioridades da gestão até 2020 e é previsto em lei desde 2008, havia sido apresentada em março. Ela foi criticada por ser tímida na previsão de grandes obras e por ter metas difíceis de serem fiscalizadas, características que não foram totalmente alteradas.

Veja abaixo um resumo das metas e ações previstas por Doria até o fim do mandato, as principais mudanças que o programa sofreu e seus pontos frágeis.
 

Principais mudanças após sugestões

5 metas, 5 projetos e 62 ações foram adicionados ou alterados. Após críticas por falta de transparência, foram incluídas metas numéricas, além de percentuais

Pontos adicionados
- 2.000 vagas para dependentes químicos e programa Redenção
- Dois novos hospitais
- Ampliação de turmas em tempo integral
- Construção de 72 km de corredores de ônibus

Pontos alterados
- Construção de 14 UBSs (antes eram 6)
- 35 mil vagas de emprego para moradores de rua (eram 20 mil)

Pontos frágeis
- Algumas ações continuam genéricas e difíceis de serem medidas
- Não é descrito como algumas delas serão atingidas, como "reduzir o absenteísmo em exames"
- Só duas metas se relacionam à cultura, apesar de ela ser tratada como "tema prioritário"
- Alguns itens prometidos na campanha não aparecem, como parcerias com hospitais privados para exames e corredores de ônibus BRT

Confira aqui a reportagem completa, com as explicações e gráficos de algumas das metas.

Cronologia

30 de março
Prefeitura apresenta a 1ª versão do plano de metas

abril
- São feitas 38 audiências públicas e recebidas sugestões on-line (foram 20 mil contribuições, de 7.800 pessoas)
- Prefeitura detalha o plano, acrescentando metas por região e custos previstos

10 de julho
- É apresentada a versão final, com alterações
- Prefeitura divulga todas as sugestões recebidas e respostas a elas

julho-agosto
Serão feitas 33 audiências públicas devolutivas, para responder sobre sugestões feitas

setembro
Site para consulta do andamento das metas deve entrar no ar, com atualizações mensais pela Secretaria de Gestão.

Matéria publicada na Folha de S. Paulo.

Confira outras reportagens e entrevistas sobre o Programa de Metas da Prefeitura de São Paulo: 

 

O plano de metas de Doria diante da realidade de São Paulo

Plano de metas do município de São Paulo é modesto

Doria inclui ação na Cracolândia no Plano de Metas

Programa de metas de Doria: 517 páginas e nenhuma menção a saneamento

Prefeitura de SP quer quatro mil ônibus novos até 2020

 

Plano de Doria prevê investir R$ 10,8 bi; 23 das 53 metas exigem recurso externo

Novo Plano de Metas da prefeitura de São Paulo estipula índice de redução de poluentes pelos ônibus, 72 km de corredores, 50 mil lugares novos nos transportes

Participação popular no plano de metas de SP inclui UBS e hospitais

Doria prevê 72 km de corredores de ônibus, mas exclui zona norte e centro

Regionalizadas, metas de Doria para São Paulo incluem obras maiores

Doria inclui ação anticrack no Plano de Metas   

Participação popular motivou alteração de metas de Doria

Prefeitura apresenta versão final do Programa de Metas 

Câmara recebe versão final do Programa de Metas da gestão Doria