Câmara Municipal

Câmara aprova pagar multa em 12 parcelas

Por Destak São Paulo

A Câmara Municipal aprovou, em segunda votação, um projeto de lei que autoriza o pagamento de multas de trânsito em até 12 vezes. O mesmo projeto ainda libera o licenciamento do veículo para quem aderir ao programa de parcelamento.

Atualmente, além da necessidade de pagamento da infração à vista, o proprietário do automóvel também tem o licenciamento anual de seu veículo bloqueado enquanto não quitar as autuações.

Orçamento de Doria fica em R$ 56 bilhões; ônibus terão R$ 2,1 bi

Oposição reclama que investimento previsto, de R$ 5,9 bilhões, não supre todas as áreas; gestão fala em visão ‘realista’

Adriana Ferraz e Luiz Fernando Toledo, O Estado de S. Paulo

A Câmara Municipal ainda aprovou o primeiro orçamento do prefeito João Doria (PSDB), fixado em R$ 56,3 bilhões para 2018. Ele prevê valor de investimento semelhante ao de 2017 - são R$ 5,9 bilhões. Mas só R$ 1,225 bilhão do previsto acabou executado (21% do total).

Vereadores de São Paulo aprovam 13º salário para si mesmos

Benefício foi definido na madrugada; emenda à Lei Orgânica está em texto proposto em 2002

Luiz Fernando Toledo e Adriana Ferraz, O Estado de S.Paulo

Em sessão no início da madrugada desta terça-feira, 19, a Câmara Municipal de São Paulo encerrou o ano legislativo com a aprovação de um 13.º salário para os 55 vereadores da capital paulista. O projeto de Emenda à Lei Orgânica (PLO), que permitiu a aprovação do pagamento, é de 2002. 

Na última sessão do ano, Câmara de SP aprova pagamento de 13º a vereadores

GUILHERME SETO - FOLHA DE S. PAULO

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou na noite desta segunda-feira (18), quase terça (19), uma alteração na Lei Orgânica da cidade para autorizar o pagamento do 13º salário para prefeito, vice-prefeito e para os próprios vereadores.

A decisão acontece após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir, em fevereiro, que é constitucional o pagamento do salário adicional para essas categorias. A alteração promovida pelos vereadores de São Paulo incorpora ao município a decisão federal.

Câmara de SP libera propaganda em uniforme escolar

Projeto precisa passar por 2ª votação, e se aprovado, ir para sanção ou veto do prefeito João Doria; é vedada a participação de empresas ligadas bebidas alcoólicas, fumo, jogos de azar, político-partidária e que atentem contra a moral e os bons costumes

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou na terça-feira, 12, um projeto de lei que autoriza a Prefeitura a buscar parcerias com o setor privado para a fabricação e distribuição de uniformes escolares da rede municipal de ensino.