ciclistas

'Vamos desativar algumas ciclovias que só incomodam a população', diz Covas

Em entrevista à rádio Eldorado, prefeito de SP também diz que zeladoria urbana "não está a contento"

Juliana Diógenes, O Estado de S.Paulo

O novo prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), disse em entrevista à Rádio Eldorado na manhã desta sexta-feira, 27, que vai desativar ciclovias que não têm uso e admitiu que o serviço de zeladoria na capital paulista "não está a contento". Covas afirmou ter encomendado um estudo ao secretário municipal dos Transportes, João Octaviano, para mapear o uso das ciclovias na cidade.

Mortes no trânsito em SP caem 7%, mas aumentam em 8 das 10 vias mais letais

Marginal Tietê registrou 20 mortes, 42,86% de aumento em relação a 2016. Avenida Teotônio Vilela registrou aumento de 90% e na Marechal Tito, o número de mortos dobrou.

Portal G1

O número de mortes nas vias da cidade de São Paulo caiu 7% de 2016 para 2017, mas aumentou em 8 das 10 vias mais letais da cidade, entre elas as marginais Tietê e Pinheiros, segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego divulgados nesta sexta-feira (13).

Cidade de SP registra 883 mortes no trânsito em 2017, redução de 7%; pedestres lideram o ranking de vítimas

Em todo o ano passado, 395 pedestres morreram, 1,5% a mais do que em 2016, segundo dados do Infosiga, órgão estadual que contabiliza as mortes no trânsito.

Por G1 SP, São Paulo

A cidade de São Paulo registrou 883 mortes resultantes de acidentes de trânsito no ano de 2017, segundo dados do Infosiga, site do governo estadual que concentra estatísticas de óbitos no trânsito. O número é 7,1% menor que o registrado no ano de 2016, quando ocorreram 950 óbitos.

Mortes de ciclistas crescem 55% em São Paulo em 2017

Foram 31 óbitos até outubro, mais que os 20 registrados no mesmo período do ano passado.

Por G1 SP

O número de ciclistas mortos na cidade de São Paulo cresceu 55% entre janeiro e outubro deste ano em comparação com o mesmo período de 2016. Foram 31 mortes, ante 20 no ano passado, segundo dados do Infosiga, iniciativa do governo de São Paulo que monitora e estuda as mortes no trânsito.

Já em setembro deste ano, a marca de 25 mortes computadas em todo o ano de 2016 foi superada.

Pedestres e ciclistas poderão ser multados a partir de 2018

Punição estava prevista no Código de Trânsito de 1997, mas nunca foi praticada porque não havia regulamentação. Até agora.

Portal G1

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) publicou nesta sexta-feira (27) um resolução que define as regras de multas para pedestres e ciclistas que andarem fora das áreas permitidas. A medida começa a valer em 180 dias.

As punições já estavam previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), de 1997, mas nunca foram praticadas porque não havia regulamentação de como seriam feitas.

Ciclistas terão que fazer cadastro para deixar bikes em terminais de ônibus

Medida visa aumentar o controle e a segurança para quem guarda as bicicletas      

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

Ciclistas de São Paulo terão que fazer cadastro para deixar bicicletas em 28 terminais de ônibus e 7 estações do Expresso Tiradentes na capital paulista.

A medida visa aumentar o controle e a segurança para quem guarda suas bicicletas enquanto utiliza o transporte público.

Ciclistas e pedestres puxam alta de mortes no trânsito na cidade de SP

FABRÍCIO LOBEL - FOLHA DE S. PAULO

A cidade de São Paulo já acumula entre janeiro e julho deste ano 552 mortes no trânsito (ou 2,38 por dia). O número é cerca de 2% maior em relação ao mesmo período do ano passado. O número de ciclistas, pedestres e motociclistas mortos impulsionaram essa alta. Os dados são do Infosiga, do governo do Estado.