contratos

'Gestor', Doria enfrenta atraso em contratos de ações essenciais de SP

Tanto na campanha eleitoral como depois de eleito, o prefeito João Doria (PSDB) se apresenta como um "gestor". Com mais de oito meses na prefeitura, ele enfrenta agora um teste para o rótulo, em meio a atrasos em contratações de serviços vitais.

A demora em licitações já causou de falhas em semáforos à falta de limpeza nos parques. A gestão tucana diz ter herdado contratos vencidos da administração de Fernando Haddad (PT) e cita também decisões de órgãos fiscalizadores e da Justiça que têm barrado alguns processos.

Prefeitura de SP escolhe empresas que vão reparar semáforos

Os contratos somam R$ 40,8 milhões e devem ser assinados em duas semanas

O Estado de S.Paulo

Após mais de seis meses sem contrato de manutenção de semáforo na cidade, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de São Paulo escolheu as três empresas que ficarão responsáveis por cuidar dos 6.399 sinais de trânsito existentes na capital paulista. Os contratos somam R$ 40,8 milhões e devem ser assinados em duas semanas. 

Contratos de lixo em SP têm serviço fantasma de R$ 612 mi, diz auditoria

ROGÉRIO GENTILE - FOLHA DE S. PAULO

Auditorias realizadas pelo Tribunal de Contas do Município constataram que as duas empresas responsáveis pela coleta, tratamento e destinação do lixo em São Paulo receberam R$ 612 milhões a mais do que o necessário.

Segundo os relatórios técnicos do TCM, obtidos pela Folha com base na Lei de Acesso à Informação, a Loga e a EcoUrbis não cumpriram com obrigações estabelecidas em contrato, embora tenham sido remuneradas por elas.

Prefeitura de São Paulo adota cláusula anticorrupção

Iniciativa inédita obriga que todos os contratos firmados com a administração municipal incluam a medida. Objetivo é inibir a corrupção e agilizar rescisões com empresas envolvidas em práticas ilegais

Por Secretaria Executiva de Comunicação