creches

Estado de SP planeja doar áreas de 34 escolas para creches

A divulgação da iniciativa foi feita pelo secretário estadual José Renato Nalini, em um evento organizado pela Prefeitura para lançar o Programa Nossa Creche

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

O governo do Estado estuda a doação de ao menos parte do terreno de 34 escolas estaduais localizadas na cidade de São Paulo para que a Prefeitura construa creches. Os detalhes devem ser definidos em uma reunião ainda nesta semana entre os secretários estadual (José Renato Nalini) e municipal da Educação (Alexandre Schneider). 

Doria estende prazo para criação de vagas em creches em São Paulo

ARTUR RODRIGUES E PAULO SALDAÑA - FOLHA DE S. PAULO

O prefeito João Doria (PSDB) ampliou o prazo para cumprir a promessa de zerar a fila por vagas em creches em São Paulo. Agora, ele promete zerar o deficit até 30 março de 2018 –o compromisso inicial era fazer isso até dezembro deste ano.

Doria já havia feito um recuo com relação ao número de vagas prometidas. Na campanha eleitoral, ele havia dito que "no prazo máximo de um ano" iria "zerar o deficit das 103 mil crianças fora de creches".

Doria quer usar escolas do Estado como creche

Secretários de Educação dizem que redes terão mesmos calendário, material e ciclos

Adriana Ferraz e Isabela Palhares, O Estado de S.Paulo

Doria revê promessa de encerrar 2017 sem crianças na fila de creches de SP

ARTUR RODRIGUES - FOLHA DE S. PAULO

Na estreia como prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) anunciou uma mudança na principal promessa de campanha para a educação. O compromisso eleitoral de encerrar 2017 sem nenhuma criança de zero a três anos na fila de creches foi substituído pela meta numérica de 66 mil novas matrículas até dezembro.

Doria diz que vai fazer creches em agências bancárias vazias

Prefeito concedeu primeira entrevista coletiva no cargo e anunciou medidas de austeridade, como corte de gastos, e chamada de pacientes que estão na fila de exames médicos

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

Novo secretário de Doria não encampa promessa eleitoral sobre fila da creche

ARTUR RODRIGUES E PAULO SALDAÑA - FOLHA DE S. PAULO

O futuro secretário de Educação da cidade de São Paulo, Alexandre Schneider, evitou se comprometer com a promessa de campanha do prefeito eleito João Doria (PSDB) de zerar a fila por vagas em creches em um ano. Schneider e outros cinco secretários foram apresentados oficialmente nesta quinta-feira (24).

"A gente vai gerar o maior número de vagas possível naquilo que o orçamento permitir", disse. "Se puder ser em um ano, vou fazer. Se for em dois, faremos", completou, ao ser questionado se o prazo é realista.

Para cumprir promessa, Doria terá que abrir mil creches em um ano

Para cumprir a promessa de campanha de zerar a fila das creches em 2017, o prefeito eleito João Doria (PSDB) terá que implantar o equivalente a mil unidades em um ano, feito nunca alcançado por nenhum de seus antecessores.

Hoje, 133 mil crianças de até três anos esperam uma vaga na rede paulistana. Para incluir todas em 2017, o futuro prefeito terá que abrir, em média, 2,6 creches por dia –incluindo finais de semana.