crianças

Secretário diz que mais de 50% das crianças não praticam esporte

MARIA RITA WERNECK, DA TV CÂMARA

O secretário municipal de Esportes, Jorge Damião, participou na quarta-feira (15/3) da reunião da Comissão de Educação, Cultura e Esporte da Câmara para apresentar os projetos da prefeitura para 2017, entre eles o programa São Paulo, uma Cidade Ativa, que pretende aumentar em 10% a taxa de atividade física na Capital e ampliar o número de jovens que praticam 3 horas de exercícios semanais.

Em fim de gestão, Haddad reduz entrega de leite para crianças

ARTUR RODRIGUES E PAULO SALDAÑA - FOLHA DE S. PAULO

Desempregada, Joyce Dias Gomes, 19, conta que se assustou ao encontrar na bolsa do filho, Dhereck, 2, um comunicado anunciando que receberia apenas um quarto do leite que costuma levar da creche municipal onde ele estuda, na capital paulista.

"Fiquei desesperada, vai fazer muita falta para mim e para outras mães aqui do bairro", diz Joyce, moradora da zona norte de São Paulo que perdeu o emprego de atendente no começo do ano.

Fila para conseguir vaga em creche de Haddad chega a até 840 dias

Por Artur Rodrigues

Assim que o seu bebê completou três meses, a auxiliar de limpeza Flávia Pereira Leandro, 24, incluiu o nome dele na fila por uma vaga nas creches municipais de São Paulo. O menino agora já tem dois anos e sete meses e cerca de 840 dias de espera.

Flávia mora em Paraisópolis, no distrito da Vila Andrade (zona sul). Lá, dependendo da faixa etária, o tempo médio por uma vaga ultrapassa os 500 dias, uma das filas mais longas da cidade.

Brasil é vice-campeão mundial no assassinato de jovens

Mortes violentas de crianças e adolescentes de até 19 anos passou de 5 mil para 10,5 mil, de acordo com a Unicef.

Por R7 Notícias

Nos últimos 25 anos, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) permitiu diversos avanços na proteção da infância no Brasil, da redução da mortalidade até cinco anos à inclusão de mais crianças na escola. Não conseguiu, no entanto, fazer com que os jovens deixassem de ser o alvo principal das mortes violentas no País - ao contrário.

Haddad descumpre meta de lotação de sala nas pré-escolas de São Paulo

Por Fábio Takahashi

As pré-escolas municipais de SP estão com mais alunos por turma do que o determinado pela própria prefeitura.

Em outubro passado, a gestão Fernando Haddad (PT) anunciou que havia reduzido de 30 para 29 o número de crianças por sala. As pré-escolas atendem a alunos de quatro e cinco anos.

Apesar da medida, as turma iniciaram este ano letivo com 31 crianças, em média, segundo dados da prefeitura.

Em Itaim Paulista (zona leste), por exemplo, em quatro das dez unidades há 35 alunos por sala.

Instituto Alana defende que crianças sejam priorizadas no fornecimento de água

O Instituto Alana, por meio do Projeto Prioridade Absoluta, enviou carta aos governadores de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, e aos prefeitos das capitais destes estados. O documento defende que as crianças sejam priorizadas no fornecimento de água.

O texto chama a atenção para a obrigação, por parte das administrações publicas, de assegurar o melhor interesse das crianças com absoluta prioridade, conforme estabelece o artigo 227 da Constituição Federal e o artigo 4º do Estatuto da Criança e do Adolescente.