distribuição

Entrega de remédio do SUS nas farmácias particulares aumenta a desigualdade, diz especialista

Secretaria Municipal da Saúde, porém, afirma que projeto não trará prejuízos à população

Por Eugenio Goussinsky, do R7

A Prefeitura de São Paulo tem como meta transferir a entrega de medicamentos do SUS (Sistema Único de Saúde) para redes de farmácia particulares, com o argumento de que a atual logística de distribuição não tem funcionado. Ainda sem data definida, a transferência fará boa parte dos 844 medicamentos incluídos na lista do SUS, ir parar, muitos deles exclusivamente, nas prateleiras das farmácias.