Esporte

Secretário diz que mais de 50% das crianças não praticam esporte

MARIA RITA WERNECK, DA TV CÂMARA

O secretário municipal de Esportes, Jorge Damião, participou na quarta-feira (15/3) da reunião da Comissão de Educação, Cultura e Esporte da Câmara para apresentar os projetos da prefeitura para 2017, entre eles o programa São Paulo, uma Cidade Ativa, que pretende aumentar em 10% a taxa de atividade física na Capital e ampliar o número de jovens que praticam 3 horas de exercícios semanais.

Conselho Gestor se reúne para avaliar projetos esportivos de São Paulo

Encontro tem objetivo de traçar o Plano de Metas; ideia é fomentar inclusão e aumentar a atividade física dos paulistanos

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

O pontapé inicial para tirar do papel projetos que envolvem esporte e lazer na cidade de São Paulo será dado nesta segunda-feira (30/1). O Conselho Gestor da cidade, formado por Raí, Magic Paula, João Paulo Diniz, Paulo Nigro, Hugo Passarelli e Fábio Igel, vai se reunir com o secretário municipal de esportes e lazer, Jorge Damião. Na pauta estará o Plano de Metas para 2017.

Prefeitura atrasa obra de piscina do Pacaembu

Reforma, iniciada em dezembro, não tem data para acabar; moradores lamentam demora.

Por Bruno Ribeiro e Juliana Diógenes

Iniciadas em dezembro do ano passado, as obras de reforma da piscina olímpica do Complexo Esportivo do Estádio do Pacaembu, na zona oeste de São Paulo, estão paralisadas e não têm data para serem retomadas. A descoberta de problemas estruturais durante as obras fez a Secretaria Municipal de Esportes pedir mais verbas para o trabalho, que segue sem definição de liberação.

"Manifesto dos Atletas pela Cidadania é um soco nas autoridades" - Por Juca Kfouri

Por Juca Kfouri
 
A Associação Atletas pela Cidadania, lança hoje (18) forte manifesto sobre os megaeventos esportivos sem legados para o país. 
 
A entidade é hoje presidida por Ana Moser e dela fazem parte esportistas como Mauro Silva, Cafu, Raí, Lars Grael, Magic Paula, Fernando Meligeni, Gustavo Borges, Joaquim Cruz e muitos outros.
 
Leia abaixo, a íntegra do manifesto que ecoa a voz das ruas nos protestos de junho que abalaram o Brasil:
 

"Estado também paga por Itaquera" - Folha de S.Paulo

 

No dia em que Kassab sanciona lei que concede isenção fiscal ao Corinthians, governo revela que bancará ampliação do estádio para 68 mil lugares

Paulo Favero e Almir Leite - O Estado de S.Paulo

SÃO PAULO - Corinthians e Odebrecht vão construir, em Itaquera, um estádio para 48 mil pessoas - distante, portanto, dos 68 mil lugares exigidos pela Fifa para que a arena abrigue a cerimônia de abertura da Copa do Mundo de 2014.