igualdade

Mulher negra avança no social, mas segue distante no trabalho e na política

No atual ritmo, será preciso mais de 80 anos para atingir a igualdade em renda

Angela Pinho - Folha de S. Paulo

Mulher, negra, estudou, foi à faculdade, tem um bom emprego em uma multinacional e, por seu esforço e talento, é reconhecida na carreira e fora dela. As informações contam a trajetória de Lisiane Lemos, 28, mas não a história toda. É ela mesma quem faz a ressalva: “Não me tome como regra. Tive muitas oportunidades, sou uma exceção”.