ilegalidade

Câmara de SP ignora STF e mantém mais de 250 salários de até R$ 53 mil

As remunerações estão acima do permitido pelo teto constitucional. Os 'supersalários' são pagos porque a Casa exclui 'penduricalhos' da conta, desrespeitando uma determinação do Supremo.

Por Guilherme Balza - Rádio CBN 

Os "supersalários" são um problema antigo na Câmara Municipal de São Paulo. Assim como as promessas, renovadas a cada gestão, de acabar com esta ilegalidade.