Jorge Abrahão

Vivendo à margem: a desigualdade em São Paulo mapeada

The Guardian

A vida na maior metrópole da América do Sul é tudo menos uniforme - o núcleo da cidade e sua periferia são mundos separados

Menos de 10 milhas de expansão de concreto separam os bairros de São Paulo do Jardim Paulista e Jardim Ângela, mas essa lacuna representa quase 24 anos na expectativa de vida das pessoas que lá vivem.

Enquanto os residentes da área central da Paulista podem esperar viver além de seus 79 anos de idade em média, as pessoas do Jardim Ângela, na periferia do sudoeste, provavelmente morrerão antes de completar 56 anos.

Para garantir o direito à cidade é preciso “pensar fora da caixa”

Mesa-redonda “O mundo da resiliência” contou com as participações do coordenador-geral da Rede Nossa São Paulo, Jorge Abrahão, e da arquiteta e urbanista Bete França

Fonte: CAU/BR - Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil

Paulistanos, três horas no trânsito é demais!

Artigo de Jorge Abrahão, coordenador-geral da Rede Nossa São Paulo e do Programa Cidades Sustentáveis

Publicado no espaço Tendências / Debates da Folha de São Paulo

Há exatos dez anos, em 22 de setembro de 2007, no Dia Mundial Sem Carro, a Rede Nossa São Paulo realizava a primeira grande iniciativa de mobilização para trazer à tona questões que afligiam o paulistano no exercício de viver a cidade.

Rede Nossa São Paulo é contra instalação de portões nos acessos ao Minhocão

Coordenador-geral da organização, Jorge Abrahão, considera que medida se contrapõe à ideia de cidades mais humanas e inclusivas

Por Rede Nossa São Paulo

A iniciativa da Prefeitura, de instalar portões nas alças de acesso ao Elevado João Goulart, conhecido como Minhocão, é motivo de críticas por parte da Rede Nossa São Paulo.

Recentemente anunciada, a medida da gestão municipal visa restringir o acesso de pessoas à via em determinados horários. 

Prefeitura reduz número de conselheiros participativos

Decreto corta mais da metade dos representantes da população nas prefeituras regionais, a partir da próxima eleição; Rede Nossa São Paulo lamenta a decisão, que contraria uma gestão moderna

Por Airton Goes, da Rede Nossa São Paulo

O que bons prefeitos fazem em 100 dias de governo

Para um novo governo, os 100 primeiros dias de gestão são decisivos para se conectar com cidadãos - mas nem todos são eficazes nisso

Por Bárbara Ferreira Santos, da revista Exame 

As gestões municipais completam cem dias de mandato nesta semana. Nesse período, metas foram traçadas para os próximos anos de governo e os primeiros balanços foram divulgados.

Mas, no meio de tanta informação divulgadas pelas prefeituras, no que é preciso prestar atenção? O que bons prefeito fazem nesse período?