justiça

TJ vê problemas e suspende contratos de Doria para conserto de semáforos

FABRÍCIO LOBEL, DE SÃO PAULO, E REYNALDO TUROLLO JR., DE BRASÍLIA - FOLHA DE S. PAULO

A Justiça paulista suspendeu na manhã desta terça-feira (29) dois dos três contratos de manutenção de semáforos da cidade de São Paulo. A decisão da 10ª Câmara de Direito Público identifica que a licitação conduzida pela CET e pela gestão João Doria (PSDB) teve indícios de irregularidades.

A cidade de São Paulo assinou há duas semanas três contratos para retomar a manutenção dos serviços, após quase oito meses de caos e seguidas falhas nos semáforos da cidade.

Justiça dá prazo de 5 dias para manifestantes desocuparem Câmara de SP

Prazo começa a contar quando manifestantes forem intimados. Decisão permite ação da PM 'de forma pacífica' e 'não violenta' após transcorrido o prazo.

Portal G1 SP

A justiça deu nesta quinta-feira (9) prazo de cinco dias para que os estudantes que ocupam o plenário da Câmara Municipal de São Paulo deixem o local. O prazo começa a contar a partir do momento em que os manifestantes forem intimados por um oficial de justiça.

Ainda sem aval de Justiça e Câmara, Doria promete pq. Augusta até 2018

GIBA BERGAMIM JR E THIAGO AMÂNCIO - FOLHA DE S. PAULO

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou na sexta-feira (4) acordo com as construtoras Setin e Cyrela para viabilizar a implantação do parque Augusta, na região central de São Paulo. O tucano vem negociando nos últimos quatro meses a troca dessa área verde (de 24 mil m²) pela fração de uma área pública (18 mil m², segundo estimativas da prefeitura) entre a marginal Pinheiros e a rua do Sumidouro, na zona oeste da cidade.

Justiça barra aumento de velocidade nas marginais

Na segunda derrota judicial da gestão João Doria (PSDB), Juiz atende pedido de associação de ciclistas que apontava riscos com a mudança

Bruno Ribeiro e Fabio Leite, O Estado de S. Paulo

A Justiça de São Paulo barrou na sexta-feira, 20, o plano do prefeito João Doria (PSDB) de aumentar as velocidades máximas das Marginais do Tietê e do Pinheiros, uma das principais promessas de campanha do tucano. Os novos limites entrariam em vigor a partir da próxima quarta-feira, 25, dia do aniversário da cidade.

Justiça mantém suspenso aumento da tarifa

Desembargador indeferiu agravo de instrumento apresentado pelo governo contra liminar que havia suspendido o aumento da tarifa de integração entre ônibus e trilhos e dos ônibus intermunicipais

Bruno Ribeiro e Fabio Leite, O Estado de S. Paulo.

Promessa de Doria de congelar tarifa custará R$ 400 mi, diz prefeitura

ARTUR RODRIGUES - FOLHA DE S. PAULO

A gestão de João Doria (PSDB) afirma que deve gastar cerca de R$ 400 milhões a mais com o subsídio do transporte público neste ano devido ao congelamento das tarifas.

Esse é o custo da promessa de campanha de Doria, de não aumentar a passagem dos ônibus, segundo estimativa feita pela SPTrans (empresa municipal que administra o transporte) já na gestão tucana.