LDO

LDO e reorganização administrativa são aprovadas na Câmara

DA REDAÇÃO - CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou, nesta quinta-feira (8/6), em primeira votação, a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para 2018. De acordo com vereadores, substitutivos serão elaborados para a segunda votação antes de a Casa entrar em recesso administrativo. O Projeto de Lei (PL 239/2017) passou por uma série de Audiências Públicas antes de ser levado ao Plenário 1º de Maio.

Comissão de Finanças realiza última audiência pública da LDO

DA REDAÇÃO - CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

A LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) deve ter sua primeira votação em Plenário no dia 7 de junho. Nesta quarta-feira (24/5), foi a realizada a última Audiência Pública da Comissão de Finanças e Orçamento ao Projeto de Lei 239/2017, que trata exatamente da LDO, para o exercício 2018.

Finanças: LDO será debatida em Audiências Públicas temáticas

DA REDAÇÃO - CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

A Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara realizará duas Audiências Públicas temáticas complementares para debater a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) 2018 da cidade de São Paulo, prevista pelo Projeto de Lei (PL) 239/2017. A decisão foi um consenso dos vereadores da Comissão na reunião desta quarta-feira (26/4).

Em 2018, Doria prevê investir R$ 2,6 bilhões

O projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias foi entregue à Câmara Municipal 

Fabio Leite, O Estado de S.Paulo

A gestão do prefeito João Doria (PSDB) entregou na quinta, 13, à Câmara Municipal de São Paulo o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) com previsão de investimentos de R$ 2,6 bilhões na cidade em 2018, menos da metade dos R$ 5,7 bilhões previstos para 2017 no Orçamento feito pelo ex-prefeito Fernando Haddad (PT) e aprovado em dezembro pelo Legislativo. A previsão feita no ano passado, porém, tem sido frustrada pela baixa arrecadação. 

​ LDO: Vereadores aprovaram em definitivo substitutivo da Comissão de Finanças

ROBERTO VIEIRA, DA REDAÇÃO - CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

Os vereadores entraram oficialmente em período de recesso parlamentar na Câmara Municipal após realização de sessão extraordinária na tarde desta sexta-feira (1/7) que aprovou em definitivo o substitutivo da Comissão de Finanças e Orçamento ao Projeto de Lei (PL) 178/2016, que trata da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias). A proposta foi aprovada com previsão de R$ 51,3 bilhões (R$ 1 bi superior ao texto original) e com a inclusão de 185 emendas no total.