Lei de Acesso à Informação

Mais de 20 cidades da Grande São Paulo dificultam acesso à informação pública

Agência Mural - Folha Uol

Falar com o poder público de Biritiba-Mirim, município da região leste da Grande São Paulo, é uma tarefa complicada. O telefone da assessoria de imprensa cai em uma residência. O da secretaria Municipal de Educação é atendido em um CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). Outro número apenas tocava e os e-mails retornavam com mensagens de erro.

Corredores de ônibus em São Paulo registram pior velocidade média dos últimos 4 anos em 2017

Segundo dados da SPTrans, média das viagens foi de 22,43 km/h, contra 23,38 km/h no ano anterior. Passagem sobe para R$ 4 no próximo domingo (7).

Por Mitchel Diniz e Léo Arcoverde, GloboNews

A velocidade média nos corredores de ônibus de São Paulo em 2017 foi a menor registrada nos últimos quatro anos, segundo dados da própria SPTrans, a empresa municipal de transporte.

Em 2017, a velocidade dos coletivos nas pistas segregadas para o transporte público foi de 22,43 km/h em média. Em 2016, esse número era de 23,38 km/h.

Dificultar Lei de Acesso à Informação é 'grave atentado a direito fundamental', diz Abraji

A gerente executiva da Associação, Marina Atoji, afirma que 'acesso a informações públicas tem que estar a serviço dos interesses da sociedade, não do governante'          

O Estado de S.Paulo

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) classifica como um "grave atentado ao direito fundamental de acesso a informações" a postura adotada pela Prefeitura de São Paulo de dificultar o acesso a dados da gestão pedidas por meio da Lei de Acesso à Informação.

SP tem quase 2 professores agredidos ao dia; ataque vai de soco a cadeirada

ANGELA PINHO E DANIEL MARIANI - FOLHA DE S. PAULO

A cada dia, em média, quase dois professores são agredidos em seus locais de trabalho no Estado de São Paulo, mostram dados de registros policiais obtidos pela Folha por meio da Lei de Acesso à Informação.

O número leva em conta as 178 queixas de educadores em delegacias no primeiro semestre deste ano em datas do calendário escolar (dias úteis do período de fevereiro a junho).

Doria demite controladora-geral do Município

Laura Mendes de Barros será substituída por profissional do Tribunal Regional Eleitoral; secretário nega insatisfação com trabalho da procuradora

Bruno Ribeiro e Luiz Fernando Toledo, O Estado de S. Paulo

A gestão João Doria (PSDB) trocou nesta quinta-feira, 17, a controladora-geral do Município, Laura Mendes, responsável pelo órgão da Prefeitura que tem o objetivo de apurar e corrigir irregularidades administrativas e combater a corrupção. Em seu lugar, assumirá Guilherme Mendes, atual ouvidor de São Paulo.

Secretário infla dados sobre resgate de moradores de rua

Por William Cardoso, do Agora

O secretário municipal da Assistência Social, Filipe Sabará, inflou números sobre atendimento a moradores de rua feitos pela Cape (Coordenadoria de Atendimento Permanente e de Emergência) no primeiro semestre.

Em reportagem publicada no dia 10 de julho, Sabará, secretário da gestão João Doria (PSDB), afirmou ao Agora que houve um aumento de 119% nos chamados ao telefone 156 para resgate de moradores de rua na comparação entre o primeiro semestre de 2016 e o de 2017.

Nos cinco anos da LAI, evento discute limites entre direitos à informação e à privacidade

Debate foi organizado pela Rede pela Transparência e Participação Social, em São Paulo

No dia em que a Lei de Acesso à Informação (LAI) completou cinco anos de vigência, no último dia 16, diversas organizações da sociedade civil reuniram-se no Centro de Pesquisa e Formação do SESC, em São Paulo, para debater as transformações ocorridas no âmbito do direito à informação no Brasil, além dos conflitos existentes com o direito à privacidade.