metas

Governo veta prioridade para metas de educação no orçamento de 2018

ANGELA PINHO, ENVIADA ESPECIAL A FORTALEZA - FOLHA DE S. PAULO

No mesmo dia em que culpou o governo Dilma Rousseff (PT) por metas não cumpridas do PNE (Plano Nacional de Educação), a gestão Michel Temer (PMDB) vetou artigo que dava prioridade ao plano no Orçamento de 2018.

Doria acumula 118 promessas e terá de cumprir uma a cada 12 dias até 2020

FABRÍCIO LOBEL - FOLHA DE S. PAULO

Eleito no primeiro turno das eleições com 3,1 milhões de votos (53% dos válidos), o empresário e jornalista João Agripino da Costa Doria Junior, 59, assumiu a Prefeitura de São Paulo no domingo (1º) com uma bagagem pesada de compromissos assumidos em sua primeira disputa eleitoral.

Foram 118 promessas feitas em debates, sabatinas, programas eleitorais e entrevistas, segundo levantamento feito pela Folha. Para honrá-las integralmente nos próximos quatro anos, o prefeito terá que cumprir, em média, uma a cada 12 dias de mandato.

Com metas atrasadas, CEUs de Haddad têm obras lentas ou paradas

FÁBIO PESCARINI, DO "AGORA"

As placas instaladas em 2015, às vésperas de ano eleitoral, estão lá até hoje, prevendo a entrega de unidades do CEU (Centro Educacional Unificado) neste mês de dezembro. Mas a população ficou apenas com a promessa. De 22 unidades previstas no plano de metas, só uma foi entregue pela gestão Fernando Haddad (PT), 14 estão em obras e sete nem saíram do papel.

O bem que faz um plano de metas, por Maurício Broinizi

Transcorridos cinco semestres (62,5% do total de oito) da gestão Fernando Haddad, o balanço de cumprimento de seu Plano de 123 Metas revela os seguintes dados: 01 meta não iniciada; 65 metas em andamento com percentual abaixo de 62,5% de cumprimento; 26 metas em andamento com percentual de cumprimento acima de 62,5%; e 32 metas 100% cumpridas, entre elas 08 superadas.