ministério da educação

Estados irão unificar currículo da educação básica com municípios

Implantação da Base Nacional com parcerias visa o melhor aproveitamento

Paulo Saldaña - Folha de S. Paulo

Governos estaduais vão construir currículos únicos com seus respectivos municípios —ao invés de cada estado e cidade construírem os seus documentos próprios.

Esse tem sido os primeiros esforços após a aprovação final da Base Nacional Comum Curricular, em dezembro.

Todos os 26 estados e o Distrito Federal já fizeram a adesão à iniciativa de construção coletiva. O próprio MEC (Ministério da Educação) indicou esse caminho.

Desafio de currículo nacional será levá-lo a todas as redes municipais

PAULO SALDAÑA, ENVIADO ESPECIAL A BRASÍLIA - FOLHA DE S. PAULO

Base não é currículo. A frase, repetida por membros do governo e especialistas, simboliza um dos desafios para que o processo de definição dessa norma chegue com impacto nas salas de aula. Isso só será possível com uma prevista colaboração entre Ministério da Educação, Estados e municípios.

Reforma do ensino médio permitirá currículo flexível, diz MEC

O Ministério da Educação apresenta na próxima quinta-feira (22) o projeto de reforma do ensino médio. O novo modelo vai prever flexibilização do percurso do aluno e foco maior na oferta do ensino em tempo integral.

O governo avalia editar uma MP (Medida Provisória) para acelerar a tramitação no Congresso. O desejo do ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), é aprovar a mudança ainda neste ano.

"Como a reforma é quase consensual, com apoio de praticamente todos os secretários estaduais, vamos avançar. O presidente [Michel Temer] já sinalizou apoio à MP".