parques municipais

Após corte de segurança, parques têm estrutura destruída em São Paulo

ROGÉRIO GENTILE - FOLHA DE S. PAULO

Oito parques municipais da região central de São Paulo e em seu entorno, entre os quais Trianon, Buenos Aires e Aclimação, estão há cerca de oito meses sem vigilantes.

Por causa da situação delicada das finanças da prefeitura, o contrato com a empresa responsável pela segurança no chamado "grupo centro" não foi renovado na reta final da gestão Fernando Haddad (PT) e até agora a questão não foi normalizada por João Doria (PSDB).

Parques municipais ficam sem segurança e limpeza em São Paulo

GRAZIELE OLIVEIRA - DO "AGORA"

Após impasse da gestão Fernando Haddad (PT) com empresas terceirizadas, que envolveu até a suspensão de alguns contratos, os parques municipais de São Paulo estão perdendo funcionários de limpeza e de segurança.

O problema que se arrasta há mais de quatro meses tem resultado em acúmulo de lixo ou restrição ao uso de banheiros por frequentadores, como constatou a reportagem em três parques: da Luz (centro), da Aclimação (centro) e Nebulosas (zona leste).