participação social

GT Democracia Participativa promove reunião preparatória para avaliação dos Conselhos Participativos Municipais

O GT Democracia Participativa, da Rede Nossa São Paulo, convida os coordenadores, representantes e membros dos Conselhos Participativos Municipais a participar de uma reunião preparatória de avaliação da nova estrutura dos Conselhos, seu funcionamento e resultados. O evento será realizado no próximo dia 29, às 19h, na Câmara Municipal de São Paulo.

Em agosto de 2017, João Doria, então prefeito de São Paulo, reduziu a participação popular na gestão das prefeituras regionais da cidade.

São Paulo abre Política Municipal de Participação Social

 

O evento acontecerá nesta quarta-feira (21/10) – 14h às 18h –  com o tema: Conselhos Municipais.
Onde? Na Galeria Olido – Rua São João, n.º 473 – 8º Andar, Centro – São Paulo.

 

Até dezembro de 2015, a Prefeitura de São Paulo consulta a sociedade civil para a validação da Política Municipal de Participação Social.

Evento da RETPS discute a transparência na gestão pública

Na última segunda-feira (18/5) em São Paulo, a sede da Apesp (Associação dos Procuradores do Estado de São Paulo) serviu de espaço para a realização de debate sobre os três anos da Lei de Acesso à Informação (LAI). Promovido pela Rede de Transparência e Participação Social (RETPS), o evento “Debatendo a Lei de Acesso à Informação: usos e potencialidades no combate à corrupção” reuniu vários representantes de organizações que atuam pela transparência na gestão pública.

Planos, sonhos e possibilidade para a metrópole de 2030

Democratização da gestão, participação social e reforma política podem ser decisivas para que o Plano Diretor da capital paulista transforme antigos sonhos em projetos realizáveis nos próximos 15 anos.

Por Gisele Brito

“Participação social não é dádiva do governo, mas uma conquista da sociedade”

Afirmação foi feita pela filósofa Marilena Chauí, durante o evento Arena ParticipaSP promovido pela Prefeitura de São Paulo.

Em debate promovido pela Prefeitura de São Paulo, a filósofa e professora aposentada da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da USP, Marilena Chauí, defendeu a participação social como forma de conservar direitos já conquistados e ampliá-los.