Poluição Veicular

Prefeitura vai dar anistia a 70 mil carros sem inspeção

Por EDUARDO GERAQUE e ANDRÉ MONTEIRO, da Folha de S.Paulo

 

Nos últimos dias, motoristas que não fizeram a inspeção veicular dentro do prazo e não regularizaram sua situação, perdidos, relataram medo de retirar seus carros das garagens porque não querem ser multados.

 

Contudo, a Prefeitura de São Paulo resolveu anistiar os 70 mil veículos que não passaram pela medição dos índices de emissão de poluentes até hoje. O motorista que quiser vender um carro que não tenha passado pela inspeção também não precisará do documento para finalizar a compra.

 

"Teor de enxofre em gasolina será reduzido em 94% em 2014" - Agência Brasil

Por Vitor Abdala, da Agência Brasil
 
O teor de enxofre na gasolina comum comercializada no país deverá ser reduzido dos atuais 800 miligramas por quilo (mg/kg) para 50 mg/kg, queda de 94%. A determinação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) foi publicada hoje (30) no Diário Oficial da União e começará a valer a partir de 1º de janeiro de 2014.
 

"Poluição mata quase 100 mil em seis anos" - Folha de S.Paulo

Só em 2011, ar contaminado contribuiu para 17.443 mortes no Estado, mais que o dobro das ocorridas no trânsito. Pesquisa inédita em SP mostra que maioria das vítimas era vulnerável, como pessoas com doenças respiratórias.
 
Eduardo Geraque, de São Paulo
 
Em 2011, a poluição do ar contribuiu para 17.443 mortes no Estado de São Paulo, aponta levantamento inédito que será apresentado hoje à noite na Câmara Municipal.
 

"Prefeitura avalia se carro de fora terá inspeção, diz Haddad" - Folha de S.Paulo

Alardeada no início da gestão, medida ainda passará por estudo sobre sua necessidade

EDUARDO GERAQUE
DE SÃO PAULO

A inspeção veicular para carros de fora de São Paulo, bastante alardeada no início do ano pela prefeitura, deixou de ser uma certeza dentro da administração petista.

O prefeito Fernando Haddad (PT) afirmou ontem que haverá um estudo no ano que vem para verificar se a medida será realmente necessária.

"Juiz manda criar inspeção veicular em 128 cidades" - O Estado de S.Paulo

Luciano Bottini Filho - O Estado de S.Paulo

A Justiça determinou no dia 16, por meio de liminar, que o governo estadual crie a inspeção veicular em 128 municípios de São Paulo e em toda a frota paulista movida a diesel. A decisão, da 14.ª da Vara da Fazenda Pública, ordena que o sistema comece a funcionar em até 18 meses.

"Poluição do ar 'melhora' em São Paulo por decreto" - Folha de S.Paulo

Mudança na medição reduz dias em que nível de ozônio é considerado ruim

Situação real é crítica, mas população deverá receber informações mais positivas sobre qualidade atmosférica

EDUARDO GERAQUE
DE SÃO PAULO

Um decreto que nasceu para deixar os padrões de qualidade do ar no Estado de São Paulo mais rígidos terá, na prática, um efeito contrário por ao menos cinco anos.

"Tráfego intenso aumenta internação por doença respiratória" - UOL

Do UOL, em São Paulo

O aumento da densidade de tráfego de veículos provoca um incremento na taxa de internação de crianças devido a problemas respiratórios na cidade de São Paulo, de acordo com pesquisa da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP. O trabalho do geógrafo Samuel Luna de Almeida mostra que o aumento da frota descompensa os avanços tecnológicos que reduziram as emissões de poluentes nas indústrias e nos veículos, e faz com que o tráfego intenso aumente os riscos para a saúde.

"Na contramão do mundo, Brasil ignora carro elétrico" - Metro

Tecnologia. Mais de 500 mil veículos já circulam no mundo, mas são apenas 70 no país. Carro não polui e é até dez vezes mais econômico do que o movido a gasolina. Para especialistas, setor não cresce por conta da alta carga tributária e da falta de incentivo do governo

Embora ainda representem uma parcela extremamente pequena da frota mundial, carros elétricos já podem ser vistos nas ruas de países da Ásia, Europa e Estados Unidos. Os investimentos e incentivos de governos ao setor também crescem cada vez mais.

"Relógios exibirão novos padrões do ar em SP" - Folha de S.Paulo

Empresa contratada pela prefeitura começou a instalar aparelhos em cruzamentos como o das avenidas 9 de Julho e Brasil

Nova classificação, adotada desde 25 de abril, torna mais rigoroso o controle de poluentes
EDUARDO GERAQUE

DE SÃO PAULO

Os novos relógios de rua da cidade de São Paulo, que começaram a funcionar ontem, vão exibir os novos padrões de qualidade do ar mais rígidos adotados pela Cetesb desde 25 de abril.