privatização

Mercado imobiliário mira concessão de terminais de ônibus de São Paulo

Os governos de Londres, Hong Kong e Cidade do México já capitalizaram bastante com a exploração das áreas vizinhas a seus grandes terminais de transporte –da permissão de verticalização a construções em cima dos mesmos, onde o metro quadrado é valorizado segundo o número de pessoas que ali circulam.

Agora que governo do Estado e prefeitura preparam concessões dos terminais paulistanos, o mercado imobiliário quer conhecer o potencial desse novo negócio.

Câmara de SP aprova conselho que definirá privatizações da gestão Doria

GIBA BERGAMIM JR. - FOLHA DE S. PAULO

A Câmara de São Paulo aprovou em definitivo na noite desta terça-feira (9) projeto que cria o conselho de secretários que definirá os modelos de desestatização da cidade e um fundo onde será depositada toda a receita obtida com a venda, concessão ou parceria público-privada de ao menos 55 equipamentos públicos.

O texto seguirá para a sanção do prefeito João Doria (PSDB).

A expectativa é arrecadar cerca de R$ 7 bilhões ao longo do mandato com as privatizações.

Projeto para privatização de Interlagos prevê prédio residencial no autódromo

ROGÉRIO GENTILE, GIBA BERGAMIM JR. E EDUARDO GERAQUE - FOLHA DE S. PAULO

A empresa que adquirir o autódromo de Interlagos poderá erguer prédios dentro do complexo. A autorização constará do projeto de privatização que deverá ser enviado em maio à Câmara Municipal pelo prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB).

A prefeitura decidiu liberar empreendimentos imobiliários em Interlagos porque concluiu que o autódromo, por si só, tem baixíssima viabilidade econômica -dificilmente seria vendido sem algum tipo de benefício extra.

Falta de transparência e pressa abalam programa de privatização de Doria

WALTER PORTO - FOLHA DE S. PAULO

A concessão de bens públicos à iniciativa privada é um projeto prioritário da gestão João Doria (PSDB) que, até agora, vem sendo tocado de maneira pouco transparente e aparenta ter pressa pouco condizente com a realidade.

Doria quer conceder parques até o fim do ano

Chamamento para repassar gestão de equipamentos à iniciativa privada será aberto até agosto; plano de desestatização do prefeito tem 55 itens.

Priscila Mengue, O Estado de S.Paulo

A gestão João Doria (PSDB) pretende repassar a administração dos 107 parques municipais à iniciativa privada até o fim deste ano. O chamamento público para a concessão dos equipamentos, segundo informou o prefeito na manhã deste sábado, 25, deverá ser aberto entre junho e agosto. 

Doria quer vender empresa oficial de eventos com Anhembi no pacote

EDUARDO SCOLESE, EDITOR DE "COTIDIANO", E GIBA BERGAMIM JR., DE SÃO PAULO - FOLHA DE S. PAULO

A gestão João Doria (PSDB) planeja a venda da SPTuris (empresa municipal de turismo e eventos) em um pacote conjunto com as instalações do complexo do Anhembi, na zona norte de São Paulo.

Governo Alckmin planeja privatização da linha 2-verde do metrô de SP

RODRIGO RUSSO - FOLHA DE S. PAULO

Para concretizar a antiga promessa de estender a linha 2-verde do metrô até Guarulhos (Grande São Paulo), a gestão Geraldo Alckmin (PSDB) estuda conceder esse ramal à iniciativa privada.

A proposta de viabilizar a expansão da linha –da Vila Prudente à Dutra, com 14 km e 13 novas estações– dessa forma foi incluída em apresentação da direção da companhia obtida pela Folha.

Doria prevê fundo para usar dinheiro das privatizações em novas obras

Por Rogério Gentille e Eduardo Scolese

O plano de desestatização do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), prevê que o dinheiro arrecadado deverá obrigatoriamente ser utilizado em novas obras.

De acordo com o projeto, a ser enviado em março para a Câmara Municipal, os recursos obtidos com as concessões e privatizações não serão alocados no caixa comum da prefeitura para evitar que sejam utilizados no custeio da máquina –como salários, aquisição de bens de consumo e manutenção de equipamentos públicos.