privatização

Câmara de SP aprova privatização de Interlagos em primeira votação

GUILHERME SETO - FOLHA DE S. PAULO

O projeto de privatização do autódromo de Interlagos proposto pela gestão João Doria (PSDB) foi aprovado nesta quarta-feira (8) em primeira votação na Câmara Municipal de São Paulo. O projeto de lei ainda precisa passar por segunda votação no Legislativo antes de ser encaminhado à sanção do prefeito.

Tombamento do Anhembi ameaça projeto de privatização de Doria

GUILHERME SETO  - FOLHA DE S. PAULO

Um processo de tombamento do complexo do Anhembi, na zona norte de São Paulo, pode atrapalhar os planos que a gestão João Doria (PSDB) tem de privatizar o local. A decisão do conselho de conservação municipal de São Paulo pode derrubar os valores das ofertas dos futuros interessados e atrasar o cronograma do prefeito.

Vereadores dão 'cheque em branco' para plano de privatização de Doria

GUILHERME SETO - FOLHA DE S. PAULO

Considerado a joia da coroa do projeto político do prefeito João Doria (PSDB), o programa de concessões e privatizações tem avançado de forma rápida e genérica na Câmara Municipal de São Paulo.

Privatização da SPTuris será tema de Audiência Pública da CCJ

DA REDAÇÃO -  CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO 

A CCJ (Comissão de Constituição Justiça) da Câmara Municipal de São Paulo vai realizar uma Audiência Pública na sexta-feira (29/9) para discutir a privatização da SPTuris (São Paulo Turismo), que inclui o Complexo do Anhembi. A proposta está prevista no Projeto de Lei (PL) 582/2017 do Executivo.

Atualmente a SPTuris é uma empresa de capital aberto. No entanto, 97% das ações da companhia pertencem à Prefeitura da capital paulista.

Mercado imobiliário mira concessão de terminais de ônibus de São Paulo

Os governos de Londres, Hong Kong e Cidade do México já capitalizaram bastante com a exploração das áreas vizinhas a seus grandes terminais de transporte –da permissão de verticalização a construções em cima dos mesmos, onde o metro quadrado é valorizado segundo o número de pessoas que ali circulam.

Agora que governo do Estado e prefeitura preparam concessões dos terminais paulistanos, o mercado imobiliário quer conhecer o potencial desse novo negócio.

Câmara de SP aprova conselho que definirá privatizações da gestão Doria

GIBA BERGAMIM JR. - FOLHA DE S. PAULO

A Câmara de São Paulo aprovou em definitivo na noite desta terça-feira (9) projeto que cria o conselho de secretários que definirá os modelos de desestatização da cidade e um fundo onde será depositada toda a receita obtida com a venda, concessão ou parceria público-privada de ao menos 55 equipamentos públicos.

O texto seguirá para a sanção do prefeito João Doria (PSDB).

A expectativa é arrecadar cerca de R$ 7 bilhões ao longo do mandato com as privatizações.