privatizações

Concessão do Pacaembu deve ser votada nesta semana e terá até 35 anos

GUILHERME SETO -  FOLHA DE S. PAULO

Em reunião pela manhã desta terça-feira (29) entre o prefeito João Doria (PSDB) (PSDB) e lideranças da Câmara dos Vereadores ficou definido que o Projeto de Lei 364/2017, que trata da concessão do estádio do Pacaembu, deverá passar por segunda votação nos próximos dias.

Havia a possibilidade de que o projeto fosse votado na Câmara ainda nesta terça (29), que não se concretizou. Dessa forma, a votação deve acontecer nesta quarta (30) ou no máximo na quinta-feira (31).

Doria diz que concessão levará Bilhete Único ao celular e combaterá fraudes

GUILHERME SETO - FOLHA DE S. PAULO

O prefeito João Doria (PSDB) e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) lançaram nesta segunda-feira (28) o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para a concessão do Bilhete Único.

Com o PMI, um edital de chamamento público que será publicado nesta terça-feira (29) no "Diário Oficial", os interessados poderão enviar estudos para a prefeitura e para o Estado de São Paulo sobre projetos de investimento, contrapartidas e demais ideias para a concessão.

São Paulo prepara novas privatizações de estradas no litoral do Estado

FABRÍCIO LOBEL - FOLHA DE S. PAULO

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) estuda a concessão de novas rodovias no litoral sul e norte do Estado.

A ideia é repassar à iniciativa privada os controles das estradas Mogi-Bertioga, Doutor Manuel Hipólito Rego e trechos ainda não concedidos da rodovia Padre Manoel da Nóbrega. Esse bloco de malha privatizada pode chegar a 300 km, e a ideia é que todos os trechos sejam negociados em um único pacote. As consultas públicas devem ocorrer ainda neste ano.

Estudantes dizem que só sairão da Câmara após reivindicações; plebiscito será analisado por vereadores

Cerca de 60 pessoas ocupam a Casa desde o início da tarde de quarta. Plebiscito quer avaliar projetos de privatizações de Doria.

Por Paula Paiva Paulo, G1 SP, São Paulo

Reunidos desde a tarde desta quarta-feira (9) no plenário da Câmara de Vereadores, no Centro de São Paulo, estudantes disseram na manhã desta quinta-feira (10) que não sairão da Casa até que as reivindicações sejam atendidas: plebiscito para análise do pacote de privatizações do prefeito João Doria e a volta do passe livre estudantil durante 24h.

Proposta de plebiscito sobre as privatizações pretendidas pela Prefeitura ganha apoio de 25 vereadores

Iniciativa é uma ação conjunta da vereadora Patrícia Bezerra, outros parlamentares que visam o mesmo objeto e organizações da sociedade civil – Rede Nossa São Paulo e Minha Sampa

Por Airton Goes, da Rede Nossa São Paulo

O Projeto de Decreto Legislativo (PDL) que visa convocar um plebiscito sobre o Plano Municipal de Desestatização foi assinado por 25 vereadores, ou seja, seis a mais do que o mínimo necessário – 19 adesões – para poder ser lido e iniciar tramitação no Legislativo paulistano. 

Vereadores criam Comissão de Estudos para acompanhar privatizações

DA REDAÇÃO - CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou na quarta-feira (8/3) um requerimento do vereador Celso Jatene (PR) solicitando a criação de uma Comissão de Estudos para acompanhar as privatizações que serão realizadas na capital paulista.

Em visita na terça-feira (7/3) à Câmara, o prefeito João Doria disse que pretende encaminhar ao Legislativo paulistano um grande programa de desestatização e parcerias para a cidade. O pacote de privatizações deverá incluir o Autódromo de Interlagos, o estádio do Pacaembu e o Anhembi.

Doria vai criar secretarias de parcerias público privadas e de internet

O prefeito eleito de SP quer executivo do mercado para comandar estrutura de concessões e privatizações

THAIS BILENKY, DANIELA LIMA E MARIO CESAR CARVALHO - FOLHA DE S. PAULO

João Doria (PSDB), prefeito eleito de SP, criará duas pastas, uma voltada a PPPs (parcerias público-privadas) e outra dedicada à digitalização de serviços públicos e à ampliação do acesso à internet. Essa segunda terá o comando do vereador eleito Daniel Annenberg (PSDB).