remédios

Plano de Doria para remédios esbarra em 'vazio' de farmácias na periferia

ANGELA PINHO - FOLHA DE S. PAULO

O plano do prefeito João Doria (PSDB) de fechar farmácias em postos de saúde para distribuir medicamentos na rede particular terá como obstáculo a disposição irregular das drogarias privadas pela capital paulista.

Se o problema não for superado, o programa pode deixar moradores de áreas da periferia de São Paulo mais distantes dos medicamentos.