revisão

Organizações questionam Doria sobre a revisão da Lei de Zoneamento

Mais de 150 entidades da sociedade civil, entre sindicatos de trabalhadores, movimentos sociais e associações comunitárias, divulgaram uma carta aberta endereçada ao prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), questionando a tentativa da Prefeitura de revisar a Lei de Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo Municipal, mais conhecida como Lei de Zoneamento. A lei foi aprovada há menos de dois anos.

Prefeitura quer verticalizar ‘ilha’ de 25 quarteirões no miolo da Vila Olímpia

Chamada de ‘buraco da Faria Lima’ pelo mercado imobiliário, área de 270 mil metros quadrados foi excluída de operação urbana em 2004 por pressão dos moradores e hoje abriga pequenos comércios, algumas casas e grandes terrenos.

Depois de 30 anos no mesmo endereço, a aposentada Lídia Leite, de 80 anos, está de mudança. Não resistiu ao assédio do mercado imobiliário e vendeu no mês passado o sobrado onde vive com o irmão e três sobrinhos para uma construtora, deixando a Rua Chilon, na Vila Olímpia, bairro nobre da zona sul de São Paulo, órfã de moradores.

No 'escuro', gestão Doria inicia ajuste nas regras que definirão novas obras

Aquele conjunto de regras que define o que pode ou não ser construído na cidade, conhecido como Lei de Zoneamento, será revisto pela gestão de João Doria (PSDB) apenas 14 meses após ter sido aprovado pelos vereadores.

Em alguns dias, começam as audiências públicas para debater o tema. A prefeitura mantém em segredo as datas.

O projeto de lei com as alterações pontuais, segundo a prefeitura, deve chegar à Câmara até o final do mês.

Agenda cidadã: audiência pública da revisão da Lei de Zoneamento

Último encontro para debater o tema será realizado no dia 28 de janeiro, às 19h, no auditório da Uninove Vergueiro

A Prefeitura de São Paulo, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano realizará mais uma audiência pública para debater a Revisão Participativa da Lei de Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo (LPUOS).

O encontro está marcado para o dia 28 de janeiro, no auditório da Uninove Vergueiro.