tarifa

SP já gastou 94% do que previa para os ônibus

Valor usado foi de R$ 1,7 bi, mas Prefeitura já prepara saques de outros recursos para cobrir tarifa, que está congelada há 18 meses

Bruno Ribeiro, O Estado de S.Paulo

Promessa de Doria de congelar tarifa custará R$ 400 mi, diz prefeitura

ARTUR RODRIGUES - FOLHA DE S. PAULO

A gestão de João Doria (PSDB) afirma que deve gastar cerca de R$ 400 milhões a mais com o subsídio do transporte público neste ano devido ao congelamento das tarifas.

Esse é o custo da promessa de campanha de Doria, de não aumentar a passagem dos ônibus, segundo estimativa feita pela SPTrans (empresa municipal que administra o transporte) já na gestão tucana.

Justiça de SP também barra reajuste de tarifa de ônibus intermunicipais

Folha de S. Paulo

Em nova derrota do governo Alckmin, a Justiça de SP estendeu a decisão liminar que impede o reajuste das tarifas de integração no transporte público para os ônibus intermunicipais, operados pela empresa EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes, controlada pelo governo).

Subsídio de ônibus em São Paulo precisará de R$ 3,3 bi

Mesmo com aumentos de 14,8% (integração ônibus com metrô) e de 35% (bilhete único mensal), custo de sistema deve ser dobro do previsto

Bruno Ribeiro e Fabio Leite, O Estado de S. Paulo

Alckmin e Doria aumentam em 14,8% bilhete de integração de ônibus e metrô

Após congelamento da tarifa unitária em R$ 3,80, tucanos anunciam reajuste do bilhete único mensal em 35,7% e do mensal integrado em 30%; cerca de 4,7 milhões de passageiros que usam transporte público devem ser atingidos pelos aumentos

Fabio Leite, O Estado de S. Paulo

Câmara Municipal realiza audiência pública para debater subsídio e tarifa de ônibus

A Comissão de Trânsito e Transporte da Câmara Municipal de São Paulo promove, na próxima quarta-feira (30/11), uma audiência pública para debater a tarifa de ônibus e o subsídio ao transporte coletivo em 2017. 

Serviço: 
Audiência pública para debater a tarifa de ônibus e o subsídio ao transporte coletivo em 2017.
Quando: próxima quarta-feira, dia 30 de novembro de 2016, às 11 horas
Onde: Plenário 1º de Maio, da Câmara Municipal de São Paulo - Viaduto Jacareí, 100, 1º andar - Bela Vista