tarifa

Novo 'gatilho' para reajustar água em SP será discutido, diz secretário de Recursos Hídricos

De acordo com Benedito Braga, a medida tem objetivo de manter a saúde financeira da Sabesp, mas deve levar em conta também 'questões de incentivo ao uso racional'

Isabela Palhares, O Estado de S. Paulo

O secretário de Recursos Hídricos e Saneamento do Estado de São Paulo, Benedito Braga, disse neste sábado, 3, que o novo “gatilho” para reajustar a tarifa de água e esgoto ainda será discutido. A medida, segundo ele, deve levar em conta “questões de incentivo ao uso racional”. 

Subsídios de Doria aos ônibus superam gastos com obras em R$ 1 bilhão

Prefeito repassou às empresas R$ 2,9 bi para cobrir gastos do transporte

Rogério Gentile - Folha de S. Paulo

Em seu primeiro ano de mandato, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), gastou mais recursos públicos com o subsídio à tarifa de ônibus do que com todas as obras municipais somadas.

O prefeito repassou R$ 2,9 bilhões para as empresas que fazem o transporte coletivo a fim de cobrir a diferença entre o que é arrecadado com as passagens e a remuneração prevista em contratos.

Tarifa de ônibus, trem e metrô será de R$ 4 em 2018

Gestão do prefeito João Doria e governo Geraldo Alckmin definem aumento de 5,26% no preço das passagens após um ano de tarifa congelada em R$ 3,80

Fabio Leite e Pedro Venceslau, O Estado de S. Paulo

Congelada há um ano, a tarifa básica de metrô, trem e dos ônibus da capital paulista subirá para R$ 4 a partir de 2018. O aumento, de 5,26%, foi definido nesta quarta-feira, 27, de forma conjunta pela gestão do prefeito João Doria e pelo governo Geraldo Alckmin, ambos do PSDB.

Novo valor da tarifa de ônibus deve ser definido até fim de novembro

Em entrevista a rádio, prefeito de SP volta a afirmar que novos contratos serão de 10 anos

O Estado de S.Paulo

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), estima que o valor da tarifa de transporte público coletivo da cidade para 2018 deve ser definido até o fim de novembro. Segundo declarou em entrevista à Rádio Bandeirantes nesta segunda-feira, 21, o valor será avaliado "em momento oportuno".

Prefeitura de São Paulo cria teto de R$ 7,7 bilhões para gastos com ônibus

Gestão estabeleceu limite de remuneração para as viações com base em um valor estimado de pessoas a serem transportadas até dezembro. Se número de viagens for maior, empresas terão de levar os passageiros, mas não receberão por isso

Bruno Ribeiro e Fabio Leite, O Estado de S. Paulo

SP já gastou 94% do que previa para os ônibus

Valor usado foi de R$ 1,7 bi, mas Prefeitura já prepara saques de outros recursos para cobrir tarifa, que está congelada há 18 meses

Bruno Ribeiro, O Estado de S.Paulo

Promessa de Doria de congelar tarifa custará R$ 400 mi, diz prefeitura

ARTUR RODRIGUES - FOLHA DE S. PAULO

A gestão de João Doria (PSDB) afirma que deve gastar cerca de R$ 400 milhões a mais com o subsídio do transporte público neste ano devido ao congelamento das tarifas.

Esse é o custo da promessa de campanha de Doria, de não aumentar a passagem dos ônibus, segundo estimativa feita pela SPTrans (empresa municipal que administra o transporte) já na gestão tucana.