terrenos

Doria decide criar Parque Augusta e vai oferecer terrenos a construtoras

Prefeito informou Ministério Público que já negocia com Setin e Cyrela; para secretário, caso deve ser resolvido em 30 dias

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

A Prefeitura de São Paulo acatou proposta do Ministério Público Estadual para viabilizar a construção do chamado Parque Augusta, no centro da capital. A gestão João Doria (PSDB) vai oferecer terrenos públicos para indenizar as construtoras Setin e Cyrela, donas da área, e fará o parque, mantendo a área verde em 100% do lote de propriedade das empresas, que antes abrigaria arranha-céus. 

Estado de SP planeja doar áreas de 34 escolas para creches

A divulgação da iniciativa foi feita pelo secretário estadual José Renato Nalini, em um evento organizado pela Prefeitura para lançar o Programa Nossa Creche

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

O governo do Estado estuda a doação de ao menos parte do terreno de 34 escolas estaduais localizadas na cidade de São Paulo para que a Prefeitura construa creches. Os detalhes devem ser definidos em uma reunião ainda nesta semana entre os secretários estadual (José Renato Nalini) e municipal da Educação (Alexandre Schneider). 

Terrenos de SP reservados para novos parques são invadidos por sem-teto

Por Artur Rodrigues

Ao menos 16 áreas com previsão para virarem parques em São Paulo foram invadidas por sem-teto.

Essas áreas, segundo dados da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal, estão na periferia, região carente de espaços de lazer.

Algumas delas, segundo relatos de vizinhos, foram devastadas pelos invasores.

Para transformar um terreno privado em parque, a prefeitura primeiro publica um decreto no qual considera a área de utilidade pública.

Tribunal de Justiça decide que Haddad pode aumentar IPTU

Por Giba Bergamim Jr.

O Tribunal de Justiça julgou ser legal o reajuste de IPTU previsto pela gestão Fernando Haddad (PT) e, com isso, liberou a prefeitura para aplicar o aumento já no próximo ano. Cabe recurso.

Com isso, até que ocorra julgamento de recursos em instâncias superiores, poderá ser aplicado o aumento de até 20% para imóveis residenciais e 35% para os comerciais.

A sentença garante à prefeitura arrecadação de R$ 789 milhões a mais em 2015.

Aproveitar terrenos ociosos, artigo do jornal O Estado de S. Paulo

Salas de estar ao ar livre, com vegetação, mobiliário leve e máquinas de bebida e sanduíche poderão tomar conta de terrenos ociosos na cidade de São Paulo e, assim, ajudar a melhorar a paisagem urbana e oferecer mais conforto e lazer à população. A proposta está no novo Plano Diretor que deverá ser votado nas próximas semanas.