universidades federais

Cota leva 1.500 pessoas com deficiência às universidades federais

Levantamento mostra impacto de lei de 2016 que ampliou acesso a instituições

Jairo Marques - Folha de S. Paulo

Após cinco anos de tentativas frustradas, o estudante Renato Xavier de Oliveira, 26, finalmente conseguiu entrar em uma universidade pública neste ano. Cadeirante, ele contou com auxílio da política de cotas para pessoas com deficiência, instituída em 2016 pelo governo federal.

Orçamento das universidades federais do País cai R$ 3,4 bilhões em três anos

No período, houve ainda diminuição de mais da metade do recurso em investimentos (de R$ 3,7 bilhões em 2014 para R$ 1,4 bilhão em 2017) e de 16% no custeio (de R$ 7,02 bilhões para R$ 5,89 bilhões). Governo critica gestão anterior

Luiz Fernando Toledo, O Estado de S. Paulo