velocidade

Motociclista morre e eleva para 12 o total de óbitos nas marginais neste ano

Folha de S. Paulo

Mais um motociclista morreu no domingo (9) após atingir um poste na marginal Tietê, na zona leste de São Paulo. Com isso, sobe para 12 o total de óbitos registrados nas marginais Tietê e Pinheiros desde o início do ano.

O acidente aconteceu por volta das 8h, próximo à ponte Miguel Arraes (antiga ponte Aricanduva). Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), o motociclista na pista local, sentido Castello Branco.

As causas da batida ainda serão apuradas, afirmou a companhia.

OMS recomenda limite de 50 km/h para reduzir mortes no trânsito

Em novo relatório, a Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que a velocidade segura no trânsito é fundamental para reduzir o número de acidentes e mortes. Óbitos em vias de tráfego chegam a 1,25 milhão por ano.

Agência da ONU lembra protagonismo de prefeitos e líderes municipais para tornar cidades mais habitáveis e menos perigosas para seus habitantes.

Doria diz que imprudência é causa de acidentes nas marginais de SP

MARIANA ZYLBERKAN - FOLHA DE S. PAULO

O prefeito da capital paulista João Doria (PSDB) afirmou, neste domingo (7), que a imprudência, principalmente de motociclistas, é a causa dos acidentes nas marginais Tietê e Pinheiros.

Marginais sob Doria têm acidentes em alta e ambulante 'fixo' nas vias

ARTUR RODRIGUES E MARIANA ZYLBERKAN - FOLHA DE S. PAULO

Dias antes de assumir a Prefeitura de São Paulo, João Doria (PSDB) anunciou aquilo que seria o Marginal Segura, programa ancorado no aumento das velocidades máximas permitidas nas vias Tietê e Pinheiros e em uma série de ações para ampliar a segurança de pedestres, motociclistas, motoristas e passageiros.

Marginais tiveram 102 acidentes no primeiro mês com aumento de velocidade

Por Metro Jornal

Dados preliminares da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) divulgados na quarta-feira (8) mostram que as marginais Tietê e Pinheiros contabilizaram 102 acidentes com vítimas nos primeiros 30 dias do programa Marginal Segura, que aumentou a velocidade máxima em ambas as vias.

Entre 25 de janeiro e 23 de fevereiro, quatro pessoas foram atropeladas e uma morreu. Em 2016, a média mensal de acidentes com vítimas nas marginais foi de 64 ocorrências.

Doria já cometeu os dois maiores erros de sua gestão

Por Leão Serva - Folha de S. Paulo

O segundo maior erro da administração Doria já aconteceu: o aumento do limite de velocidade nas marginais. Se for um bom prefeito, terá sido só um tropeço de iniciante; se for mau, passará à história como o primeiro de uma lista. Mas não será esquecido. Durante quatro anos, cada acidente que ocorrer nas duas avenidas será analisado sob o crivo de sua decisão; cada morte terá um cúmplice já identificado.

Ciclistas entram com ação contra aumento de velocidade nas Marginais

Promessa de campanha do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), mudanças estão programadas para o dia 25, aniversário da cidade

Adriana Ferraz e Juliana Diógenes, O Estado de S.Paulo

A Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo (Ciclocidade) moveu uma ação civil pública nesta quinta-feira, 19, para tentar barrar o aumento das velocidades nas Marginais do Pinheiros e do Tietê.

Doria quer grade e recuo de faixa de pedestre em acessos das marginais

Após decidir manter o limite de velocidade de 50 km/h em parte da pista local das marginais Tietê e Pinheiros, o prefeito eleito João Doria (PSDB) pretende colocar grades em calçadas e mudar a posição das faixas de pedestres nos acessos a essas vias com a justificativa de evitar atropelamentos e acidentes.

A ideia é recuar os pontos de travessia dessas ruas e avenidas para lugares mais distantes das esquinas com as marginais –considerados menos perigosos pelo tucano.

Por promessa, Doria avalia até limite diferente em cada faixa da marginal

FOLHA DE S. PAULO

Após a decisão de manter em 50 km/h o limite de velocidade padrão nas pistas locais das marginais Tietê e Pinheiros, em uma guinada no discurso de campanha, o prefeito eleito João Doria (PSDB) agora estuda formas de preservar ao menos parte de sua promessa eleitoral inicial.

A alteração nos planos do tucano foi revelada pela Folha nesta sexta (18). Doria prometia aumentar as velocidades máximas para 60 km/h nas pistas locais assim que assumisse o cargo, mas sofreu pressão de diversos setores para abrir mão da ideia.