velocidade máxima

Mortes em acidentes de trânsito em SP crescem 23,8%

Número passou de 67 para 83 em junho deste ano na capital

Marco Antônio Carvalho, O Estado de S.Paulo

A quantidade de mortes decorrentes de acidentes de trânsito na cidade de São Paulo cresceu 23,88% em junho, na comparação com o mesmo período do ano passado, passando de 67 para 83 casos. Os dados foram divulgados nesta quarta0-feira, 19, pelo Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga), que reúne informações de registros da Polícia Militar. O crescimento no Estado, no mesmo período, foi de 5%.

Marginal Tietê tem primeira morte por atropelamento após 25 meses

Folha de S. Paulo

Um homem de 76 anos morreu após ser atropelado duas vezes na marginal Tietê na madrugada desta terça-feira (25). Esse é o primeiro atropelamento com morte registrado na via desde março de 2015.

Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), o acidente aconteceu por volta das 3h na pista expressa, próximo à ponte da Casa Verde, no sentido da rodovia Ayrton Senna.

Destino de Doria, Seul prega 30 km/h, pedágio urbano e restrição a carros

ALENCAR IZIDORO, ENVIADO ESPECIAL A SEUL (COREIA DO SUL) - FOLHA DE S. PAULO

Para reduzir acidentes de trânsito, a velocidade máxima permitida em todas as zonas residenciais da cidade será de 30 km/h.

Os motoristas pagarão um tipo de pedágio urbano de acordo com as distâncias percorridas. Estacionar será uma tarefa cada vez mais complexa. Serão construídos grandes prédios sem nenhuma vaga para carros. E quem quiser adquirir um automóvel terá que comprovar a compra de um espaço privado para deixá-lo guardado –já que na via pública será proibido.

Em debate, especialistas apontam peso político a novos limites nas marginais

WALTER PORTO - FOLHA DE S. PAULO

A decisão do prefeito João Doria (PSDB) de aumentar a velocidade máxima das marginais Tietê e Pinheiros foi mais política que técnica. Essa foi a conclusão dos especialistas que participaram do debate promovido pela Folha sobre o tema nesta segunda (30).

Convocada, Prefeitura de SP descarta participar de reunião sobre marginais

THIAGO AMÂNCIO - FOLHA DE S. PAULO

O CMTT (Conselho Municipal de Trânsito e Transportes), órgão vinculado à Prefeitura de São Paulo, reclama que tenta, sem sucesso, marcar uma reunião com a Secretaria Municipal de Transportes desde a última quinta (5) para discutir o aumento de velocidades das marginais Tietê e Pinheiros.

Em julho de 2015, a gestão Fernando Haddad (PT) reduziu os limites de velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros –de 70 km/h para 50 km/h na pista local, de 70 km/h para 60 km/h na central e de 90 km/h para 70 km/h na expressa.

Doria agora quer manter 50 km/h como padrão em pista da marginal

GIBA BERGAMIN JR. E RODRIGO RUSSO, DE SÃO PAULO, E EDUARDO SCOLESE, EDITOR DE "COTIDIANO" - FOLHA DE S. PAULO

A gestão João Doria (PSDB) deverá manter em 50 km/h o limite de velocidade padrão nas pistas locais das marginais Tietê e Pinheiros.

A medida indica uma guinada no discurso de campanha do prefeito eleito, que prometeu a mudança para 60 km/h assim que assumisse.

Agora, após pressão de vários setores, a equipe do tucano trabalha para elevar o limite somente em alguns trechos pontuais, e não mais de maneira generalizada.

Taxistas querem que Doria dialogue antes de subir velocidade nas marginais

Wellington Ramalhoso - Do UOL, em São Paulo

Sindicatos que representam os taxistas querem que o prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), discuta os efeitos dos limites de velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros antes de tomar qualquer decisão sobre o tema.

Mudar de ideia não é fraqueza, prefeito Doria

Artigo Oded Grajew - Espaço Tendências / Debates da Folha de São Paulo

Caro prefeito eleito João Doria,

Parabéns pela eleição. Meus sinceros votos para que o senhor consiga tornar São Paulo uma cidade mais humana, mais justa, com melhor qualidade de vida. Dê atenção especial às pessoas e às famílias mais pobres, que vivem com grande precariedade.

Gostaria também de falar de um assunto que é crucial à vida de todos os paulistanos: o aumento da velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros, uma de suas promessas de campanha.