velocidade máxima

Destino de Doria, Seul prega 30 km/h, pedágio urbano e restrição a carros

ALENCAR IZIDORO, ENVIADO ESPECIAL A SEUL (COREIA DO SUL) - FOLHA DE S. PAULO

Para reduzir acidentes de trânsito, a velocidade máxima permitida em todas as zonas residenciais da cidade será de 30 km/h.

Os motoristas pagarão um tipo de pedágio urbano de acordo com as distâncias percorridas. Estacionar será uma tarefa cada vez mais complexa. Serão construídos grandes prédios sem nenhuma vaga para carros. E quem quiser adquirir um automóvel terá que comprovar a compra de um espaço privado para deixá-lo guardado –já que na via pública será proibido.

Em debate, especialistas apontam peso político a novos limites nas marginais

WALTER PORTO - FOLHA DE S. PAULO

A decisão do prefeito João Doria (PSDB) de aumentar a velocidade máxima das marginais Tietê e Pinheiros foi mais política que técnica. Essa foi a conclusão dos especialistas que participaram do debate promovido pela Folha sobre o tema nesta segunda (30).

Convocada, Prefeitura de SP descarta participar de reunião sobre marginais

THIAGO AMÂNCIO - FOLHA DE S. PAULO

O CMTT (Conselho Municipal de Trânsito e Transportes), órgão vinculado à Prefeitura de São Paulo, reclama que tenta, sem sucesso, marcar uma reunião com a Secretaria Municipal de Transportes desde a última quinta (5) para discutir o aumento de velocidades das marginais Tietê e Pinheiros.

Em julho de 2015, a gestão Fernando Haddad (PT) reduziu os limites de velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros –de 70 km/h para 50 km/h na pista local, de 70 km/h para 60 km/h na central e de 90 km/h para 70 km/h na expressa.

Doria agora quer manter 50 km/h como padrão em pista da marginal

GIBA BERGAMIN JR. E RODRIGO RUSSO, DE SÃO PAULO, E EDUARDO SCOLESE, EDITOR DE "COTIDIANO" - FOLHA DE S. PAULO

A gestão João Doria (PSDB) deverá manter em 50 km/h o limite de velocidade padrão nas pistas locais das marginais Tietê e Pinheiros.

A medida indica uma guinada no discurso de campanha do prefeito eleito, que prometeu a mudança para 60 km/h assim que assumisse.

Agora, após pressão de vários setores, a equipe do tucano trabalha para elevar o limite somente em alguns trechos pontuais, e não mais de maneira generalizada.

Taxistas querem que Doria dialogue antes de subir velocidade nas marginais

Wellington Ramalhoso - Do UOL, em São Paulo

Sindicatos que representam os taxistas querem que o prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), discuta os efeitos dos limites de velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros antes de tomar qualquer decisão sobre o tema.

Mudar de ideia não é fraqueza, prefeito Doria

Artigo Oded Grajew - Espaço Tendências / Debates da Folha de São Paulo

Caro prefeito eleito João Doria,

Parabéns pela eleição. Meus sinceros votos para que o senhor consiga tornar São Paulo uma cidade mais humana, mais justa, com melhor qualidade de vida. Dê atenção especial às pessoas e às famílias mais pobres, que vivem com grande precariedade.

Gostaria também de falar de um assunto que é crucial à vida de todos os paulistanos: o aumento da velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros, uma de suas promessas de campanha.

Recuar e não acelerar

EDITORIAL - FOLHA DE S. PAULO

No dia seguinte à eleição, o vencedor na cidade de São Paulo, João Doria, afirmou que elevará a velocidade máxima permitida nas marginais dos rios Tietê e Pinheiros assim que iniciar sua gestão.

A proposta, constante de seu programa de governo e reiterada durante toda a campanha, é passar o limite de 70 km/h para 90 km/h na pista expressa, de 60 km/h para 70 km/h na central e de 50 km/h para 60 km/h na local.

Aliadas de Alckmin pedem limite de 50 km/h nas marginais; Doria recua

THIAGO AMÂNCIO - FOLHA DE S. PAULO

Entidades parceiras do governo de São Paulo prometem pressionar o prefeito eleito João Doria (PSDB) para convencê-lo a manter os atuais limites de velocidade nas marginais da capital a partir de sua posse, em janeiro. Essas associações trabalham junto com a gestão de Geraldo Alckmin (PSDB), principal cabo eleitoral de Doria, em programas de melhoria na segurança do trânsito.